Sobre o filme "O quarto Sábio"








Sinopse:
Baseado no clássico de HenryVan Dike. A estória de um homem sábio, contada de forma fascinante. Artaban (Martin Sheen), filho de um Rei da antiga Pérsia, procura nas Sagradas Escrituras o significado real da vida e descobre as profecias sobre JESUS, O Rei dos Reis. Artaban leva consigo três pedras preciosas, para oferecer ao Messias e inicia, então, uma jornada através do deserto para encontrar-se com outro três reis Magos e, com eles, ir ao encontro do rei JESUS. Entretanto não chega a tempo de encontrá-los. Por 33 anos, Artaban e Orantes(Alan Arkin) procuram por JESUS. Sempre que estavam prestes a encontrá-lo, acontecia um imprevisto, e eles o perdiam. No decorrer do seu caminho, Artaban usa os presentes para ajudar pessoas em grandes necessidades, ficando sem nada para presentear a JESUS, quando o encontrasse. A estória atinge o seu clímax no domingo de páscoa, quando Artaban, velho e morrendo, encontra JESUS e compreende finalmente, o verdadeiro sentido da vida.

                            http://www.filmesepicos.com/2009/09/o-quarto-sabio-1985.html

Minha visão do Filme!

Este filme é uma lição para as pessoas que se dizem cristãs, mas que na prática,  não fazem nada pelo seu próximo. O filme mostra a máxima do Cristianismo,  "ame o próximo como a ti mesmo". Artaban pode ser qualquer um de nós, que busca significado para a vida dele no mundo. Com certeza, se formos cristãos,  é impossível sê-lo se não ajudar ao próximo, um próximo nem tão próximo assim. Um proximo que não se conheça, sem que seja seu amigo, ou mesmo que seja um desafeto seu. A preferência é amar aqueles que rejeitamos ou que nos incomodam. Traduzindo,  " o inimigo" ! É desta forma que a salvação se completa em nossa vida! Esta é a mensagem do filme. É uma ficção, sem preocupação com verdades históricas ou bíblicas, porém,  de uma beleza imensa,  mensagem de esperança. Trabalhei com meus alunos este filme, e podem ter certeza, as crianças e jovens, precisam de contato com estas estórias...elas lhes dão alentos e significados para suas vidas hoje, tão empanturradas de violência e individualismo, tão comum no sistema que vivemos! 


Ótima análise do filme feita por Janio Alcântara do jornal on line " O Povo" 


"O dia 06 de Janeiro, segundo a tradição cristã, seria aquele que o recém-nascido Jesus recebera a visita de três Reis Magos – Belchior, Gaspar e Baltazar. Assim, costuma-se presentear quem se gosta nesta data.
Henry Van Dyke (1852-1933) foi diplomata, escritor e pastor norte-americano. Escreveu o conto “The Fourth Wise Man“, da forma mais universalista possível, sem a pretensão de proselitismo. Inspiradíssimo, porque pode ajudar aos espectadores seguidores ou não de religiões formais a entender algumas questões primordiais da Vida.
Em 1985, o conto foi transformado em filme produzido para a TV, com 72min de duração e parte da premissa que teria existido um quarto Rei Mago, chamado Artaban (vivido por Martin Sheen), filho de um rei da antiga Pérsia, que procura nas Sagradas Escrituras o significado real da Vida e descobre as profecias sobre a vinda de Jesus, o Messias prometido. Artaban leva consigo três pedras preciosas, para oferecer ao menino Jesus e inicia, então, uma jornada através do deserto para encontrar-se com outros três reis magos e, com eles, ir ao encontro do rei Jesus. Entretanto, não chega a tempo de encontrá-los. Por 33 anos, Artaban, com o escravo Orontes – interpretação inesquecível de Alan Arkin - procuram por Jesus. Sempre que estavam prestes a encontrá-lo, acontecia um imprevisto, e eles O perdem. No decorrer do seu caminho, Artaban usa os presentes para ajudar pessoas em grandes necessidades, ficando sem nada para presentear a Jesus, quando o encontrasse. A história atinge o seu clímax no domingo de Páscoa, quando Artaban, velho e morrendo, encontra Jesus e compreende finalmente, o verdadeiro sentido da vida.
Recomendo alugarem o filme em DVD “O QUARTO SÁBIO“, o qual nos ajuda a refletir sobre:
O que é mais importante na Vida? Qual o significado real da existência?Passados mais de dois mil anos, que presentes o Cristo espera de nós?Como podemos retribuir por tantos presentes, bênçãos que a Vida já nos deu?
CURIOSIDADES:
01. O filme é literalmente familiar. Traz no elenco dois filhos de Martin Sheen (Charlie Sheen e Ramon Estevez) e um filho de Alan Arkin (Adam Arkin).
02. Os cristãos, inclusive os espíritas, comumente, temos preconceitos contra o que for ou se pareça com MAGIA e seus praticantes – os MAGOS. Os atuais intérpretes ocidentais da Bíblia judaico-cristã esquecem que o nascimento de Jesus era esperado por homens, que além de dominarem as profecias das Escrituras judaicas, tinham vasto conhecimento de Matemática, Medicina e outras ciências, algumas tidas como “mágicas”. Assim, eram os três REIS MAGOS que foram reverenciar o recém-nascido Jesus. Se não soubessem de Astrologia, por exemplo, como aqueles estudiosos olhariam o céu, identificariam a estrela que os levasse até onde estava a Luz que se corporificou e ganhou o nome de Yeshua (????)????
Se ser MAGO fosse unicamente ruim, as tradições orais e escritas não teriam imortalizado a expressão “Reis MAGOS”. No mínimo, abre-se a hipótese de que “nem todo MAGO é mal” e que há MAGOS do Bem e para o Bem, bem como é um alerta para que não falemos mal de algo, antes que o estudemos com profundidade, sob pena de incairmos na vala dos preconceituosos e levianos que julgam apenas pelo “ouvir falar”. Sendo assim, declaro meus sinceros respeitos a todos os magos do Bem, tais como os Reis Magos, que estudam assuntos que desconheço."
                                                                 Por: Janio Alcantara - “O POVO” – 31/12/2010
                                                                                                        


0 comentários: