Sobre o filme Amargo Pesadelo ou Deliverance

Baseado no livro de James Dickey, Amargo Pesadelo conta a história de quatro amigos, empresários que vivem em uma cidade grande e resolvem fazer uma viagem de canoa. O que parecia ser uma aventura transforma-se em tragédia. Eles são atacados por assaltantes e lutam pela sobrevivência. O filme foi indicado ao 0scar de Melhor Filme, Direção e Montagem, em 1973. O filme é um clássico, muito interessante. O diretor  é John Boorman e um elenco brilhante, com Burt Reynolds, Jon Voight, Ned Beaty, Ronny Cox, James Dickcey, Bill McKinney, Rerbert Coward. Produzido por John Boorman, tendo como roteirista James Dickey, fotografia de Vilmos Zsigmond e a Trilha Sonora de Eric Weissberg. Data de 1972! Eu tinha 8 anos!!!! É Norte Americano e do gênero Aventura. è colorido e do estúdio Warner!  
video
Muitas acreditam que o garoto que participou de um  duelo de banjos é um autista, mas na verdade ele se chama Billy Redden  e  trabalha como cozinheiro. Participou também de um filme chamado Big Fish, tocando banjo também, que posto aqui para vocês conferirem! Postei este vídeo para que as pessoas não sejam enganadas como eu mesma já fui.Agradeço ao pessoal do  cronica do autista pela dica e posto o link do site a fim de que possam saber sobre o autismo.
 http://cronicaautista.blogspot.com/, 
Posto também esta entrevista com Billy Redden:
http://www.theclaytontribune.com/articles/2004/01/05/news/news01.txt

2 comentários:

  • Bar do Bulga | 2 de julho de 2011 00:45

    A cena do Duelo de Banjos não é "real". O jovem (na época, com 16 anos) Billy Redden foi escolhido na sua escola, Clayton Elementary School, devido a sua aparência, mas não é autista, nem tem qualquer outra deficiência. Ele não sabia tocar banjo e, assim, foi usado um truque de filmagem - um músico se posicionou atrás dele e tocou o banjo por dentro das mangas de sua camisa. Foi usada maquiagem para fazê-lo parecer mais "esquisito". Além disso, a cena estava nos planos do filme, pois o personagem Lonnie, com deficiência intelectual, está presente no livro que inspirou o filme.

    A wikipedia o apresente como um ator americano, mas Billy trabalha na lanchonete em que é um dos proprietários em sua cidade natal, Clayton, na Geórgia.

    Jon Voight, que atuou no filme, o descreveu como tendo "um desequilíbrio genético" e sendo um "camarada muito falante".

    Somente em 2003 Redden reapareceu em um filme, Peixe Grande "Big Fish", de Tim Burton. Em 2004, apareceu no programa Blue Collar TV.

    Por favor, divulgue esta informação, para tentarmos minimizar o impacto negativo que tem a ideia de que todo autista é "superdotado".

    Respeite nosso trabalho. Se for republicar algum texto, cite-nos como sua fonte e coloque um link: http://cronicaautista.blogspot.com/

  • pensamento_e_reflexao | 2 de julho de 2011 21:07

    Fui pesquisae e descobri que Billy Redden, é de fato uma pessoa normal, vou excluir este post em respeito à verdade!